Jota Quest estende projeto acústico com edições de documentário e faixas extras

Jota Quest estende projeto acústico com edições de documentário e faixas extras

Após dois revigorantes álbuns gravados em estúdio com músicas inéditas, Funky funky boom boom (2013) e Pancadélico (2015), o grupo mineiro Jota Quest pôs o olho no retrovisor e repaginou com elegância o cancioneiro autoral em formato acústico com produção de Liminha. Gravado em maio de 2017 e lançado em setembro deste mesmo ano, o projeto Acústico Jota Quest – Músicas para cantar junto (2017) gerou show de sucesso que ainda corre o Brasil em turnê nacional.

Foi numa passagem do show da Acústico tour pela cidade de São Paulo (SP), em abril deste ano de 2018, que Rogério Flausino (voz), Marco Túlio Lara (guitarra), Paulinho Fonseca (bateria), PJ (baixo) e Marcio Buzelin (teclados) captaram duas músicas, Ônibusfobia e Vou praí, ambas gravadas no repertório do primeiro álbum da banda fora do circuito independente, J. Quest (1996), mas não incluídas entre as 25 músicas do DVD que trouxe o registro integral do espetáculo acústico de 2017.

Ônibusfobia (parceria do produtor Dudu Marote com os cinco integrantes do grupo) e Vou praí (composição de Marote em parceria com Marco Túlio Lara) integram o single duplo Acústico Jota Quest Extras I – Ao vivo em São Paulo, lançado na última terça-feira, 29 de maio.

Primeiro título de série de faixas adicionais captadas na apresentação feita pelo quinteto em abril no paulistano Espaço das Américas, o single duplo inicia o projeto de extensão do acústico do Jota Quest. Além das edições de mais faixas adicionais, esse projeto de ampliação do acústico prevê o lançamento de inédito documentário O futuro é agora, filmado sob a direção de Daniel Ferro.

“Desde o dia da gravação, nós começamos a receber sugestões e pedidos de fãs para que incluíssemos nos shows algumas canções que haviam ficado de fora do primeiro registro ao vivo. Foi então que tivemos a ideia de retomar o projeto, um ano depois, com os lançamentos destes extras nos moldes da bem-sucedida campanha Músicas para cantar junto”, justifica o vocalista Rogério Flausino.

O sucesso do projeto acústico do Jota Quest não é mera retórica de marketing. Desde a estreia em setembro de 2017, em Porto Alegre (RS), a Acústico tour da banda já passou por mais de 50 cidades de 19 estados do Brasil, tendo o show sido visto por mais de 170 mil espectadores.

Fonte: G1

Comentários

Comentários